Taurina e Exercício Excêntricos
Data: 01/06/2014

A taurina é formada a partir de dois aminoácidos, metionina e
cisteína, com a participação da vitamina B6 como co-fator. A diminuição da
ingestão desses aminoácidos podem acarretar um aumento das necessidades de
taurina pelo organismo.



A taurina exerce vários papeis importantes, dentre eles: a
regulação do volume celular, osmoregulação, regulação do fluxo de cálcio e de
antioxidante.  Alguns estudos demonstram
o aumento de radicais livres após a prática de atividade física, principalmente
em exercícios de endurance, e para amenizar esta produção exagerada de
radicais, muitos autores sugerem a suplementação de antioxidantes, dentre eles
a taurina.



Estudo recente publicado pela Applied Physiology, Nutrition, and Metabolism investigou os efeitos da
suplementação de taurina na performance, estresse oxidativo e na resposta
inflamatória após o exercício excêntrico em 20 participantes (homens, com idade
media de 21 +/- 6 anos, peso 78,2 +/- 5kg e estatura de 176 +/-7cm). Com isso,
os resultados sugeriram que a ação da suplementação de taurina foi maior na
melhora da performance, na reducão do dano e estresse oxidative, porém, a
resposta inflamatória não foi reduzida.



CONSULTE UMA NUTRICIONISTA PARA SABER SE É INDICADO A
SUPLEMENTAÇÃO DE TAURINA NA SUA ROTINA DE EXERCÍCIOS FÍSICOS



Bruna Navarro – CRN6 11622



Nutrição Clínica e Estética



brunanutrilife@gmail.com



 



Fonte: Da Silva, L.A.; Tromm, C.B.; Bom, K.F. et al.
Effects of taurine supplementation following eccentric exercise in Young
adults. Appl. Physiol. Nutr.Metab, 39(1):101.104,2014